Proposta Lei Contra Descriminação de Cabelo Natural em Goiás no Brasil

A aceitação do cabelo crespo, especialmente nas escolas e locais de trabalho, tem sido um tópico muito comentado e debatido.

Em resposta aos inúmeros incidentes, os estados Americanos de Califórnia e Nova Iorque criaram leis para punir e multar entidades e individuais que praticam descriminação.

No mês de Fevereiro do ano actual, no estado de Goiás no Brasil foi proposta uma lei contra descriminação do cabelo natural. A proposta é da autoria da deputada Adriana Accorsi e do deputado Lissauer Veira.

A proposta da lei originou de uma pesquisa sobre o racismo no Brasil e no mundo. A pesquisa incluiu discussões sobre o cabelo crespo, o racismo e identidade dos afrodescendentes. A defender a proposta a deputada comentou sobre uma pergunta que foi feita nas redes sociais sobre o que a pessoa faria se o racismo acabasse. A resposta que chamou atenção foi, “iria a uma entrevista de emprego sem alisar o cabelo”. A deputada espera que a lei ajudara a mudar as ações e pensamentos da cultura racista da sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X