Duas Pessoas Hospitalizadas Por Causa de Cloroquina na Nigéria

No domingo, as autoridades Nigerianas confirmaram que duas pessoas sofreram intoxicação por causa da Cloroquina. Este medicamento foi utilizado no passado para combater a malária, mas foi descontinuado por causa dos seus efeitos secundários e a sua reduzida eficácia contra a malária. Nas redes sociais, os internautas estão a partilhar recordações do sabor amargo e da sensação de náusea causados pela Cloroquina. Mesmo assim, o medicamento ainda continua a ser comercializado em alguns países Africanos.

Na última semana o público tomou conhecimento, na maioria através de uma publicação do presidente Americano Donald Trump, que medicamentos, cloroquina e hidroxicloroquina, utilizados para tratamento de malaria poderão ser utilizados como tratamento da COVID-19. As declarações do presidente Americano causaram pânico e aumento considerável da procura dos medicamentos. Apesar de estudos em laboratório e em alguns pacientes produzirem resultados favoráveis, somente testes controlados poderão demonstrar a eficácia do tratamento. Automedicação não é aconselhável e pode ser um perigo à saúde. Neste momento estes medicamentos em conjunto com uma serie de possíveis curas e vacinas estão a ser testadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X